Compartilhamentos

Uma enxurrada destruiu parte da BR-156 isolando o município de Oiapoque do restante do Estado. Longas filas de carros, ônibus e caminhões se formaram dos dois lados.

O trecho atingido fica a 90 quilômetros do município no sentido para Macapá, na comunidade de Primeiro do Cassiporé. A água “rasgou” a estrada de uma extremidade a outra. É impossível atravessar. Um vídeo gravado por um caminhoneiro mostra veículos parados e viajantes sem saber o que fazer.

A Polícia Rodoviária Federal interditou a estrada e comunicou o caso para a Secretaria de Estado dos Transportes (Setrap), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e para a empreiteira responsável pela manutenção da estrada. “Mandamos equipe pra lá, mas que ainda não retornaram. Estamos aguardando, mas a rodovia está interditada”,  explicou o superintendente da PFF no Amapá, Aldo Balieiro.

O município de Oiapoque depende de combustível para alimentar as usinas de energia térmica. A cidade e suas comunidades possuem tem cerca de 40 mil habitantes.  O site não conseguiu contato com o secretário de Transportes do Estado, Odival Monterrozo, e nem com o superintendente do Dnit, Fábio Vilarinho.

Compartilhamentos