Compartilhamentos

O presidente da Infraero, Gustavo do Vale, garantiu no início da noite desta terça-feira, 9, ao senador Randolfe Rodrigues (Psol-AP), que as obras do novo Aeroporto de Macapá serão retomadas, só que não na data prevista inicialmente, 30 de junho. A nova data é 31 de julho. A informação foi repassada depois que a bancada foi informada, extraoficialmente por fontes do governo federal, que o corte orçamentário da União tinha resultado na suspensão das obras.

Presidente da Infraero, Gustavo Vale: R$ 20 milhões para 2015

Presidente da Infraero, Gustavo Vale: R$ 20 milhões para 2015. Foto: Agência Brasil

Segundo o senador, que também recebeu a informação sobre a possível suspensão, o presidente informou que o aeroporto tem este ano cerca de R$ 20 milhões garantidos. “A construção foi paralisada no dia 24 de novembro de 2008 com apenas 38% das obras concluídas. Com esses R$ 20 milhões acredita-se que será possível chegar aos 50% até o fim do ano”, comentou o senador.

A construção do aeroporto foi licitada pelo regime diferenciado de contratações, e o consórcio vencedor foi o EPC-VWG. No total, a obra foi orçada em R$ 163,2 milhões. A expectativa é que o desembolso em 2016 seja maior, isso se o Brasil já tiver contornado a crise econômica.

De acordo com Randolfe Rodrigues, o presidente da Infraero prometeu estar no Amapá no fim de julho junto com o ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, para assinar a ordem de serviço das obras.

Compartilhamentos