Compartilhamentos

A grande vencedora do Arraiá do Meio do Mundo na categoria Estilizados, com 200,8 pontos, foi a quadrilha do Bairro do Zerão, Cruzeiro do Sul. Nem os quadrilheiros do grupo acreditaram na vitória. A apuração aconteceu na tarde desta terça-feira, 30, no Sambódromo e reuniu os presidentes das 80 quadrilhas que estavam na disputa.

“Nós nunca esperamos chegar à final e ganhar o título. Várias vezes cancelamos as reuniões e até chegamos a parar os ensaios por semanas. Foi uma grande surpresa essa vitória. Isso nos dá fôlego para uma preparação ainda melhor no ano que vem”, enfatizou a presidente da Cruzeiro do Sul, Zeth Carvalho.

O grupo Revelação ficou com o segundo lugar

O grupo Revelação ficou com o segundo lugar. Fotos: Cássia Lima

A quadrilha Cruzeiro do Sul se apresentou no primeiro dia da eliminatória estadual e foi classificada para a grande final. O grupo é formado por 25 pares e apresentou um tema incomum para o arraiá: “Tiranos e Soberanos: o mal na celebração dos meus 15 anos”. A quadrilha foi marcada por Anderval Gregório, tem como miss Bruna Simões e coreografia de Jhonathan Quaresma.  

A segunda colocada foi a quadrilha Revelação, com 200,7 pontos. Em terceiro lugar ficou a Simpatia da Juventude, com os mesmos 200,7 pontos, sendo que o desempate foi no quesito indumentária.

A quarta colocada foi a tradicional Pequena Dama, com 200,5 pontos, e a quinta colocada foi a Renovação Junina, com 200,4 pontos. O primeiro lugar receberá R$ 4 mil, o segundo R$ 3 mil, o terceiro R$ 2 mil e o quarto e quinto lugares recebem R$ 500.

Presidentes dos três grupos mais bem colocados de acordo com os jurados

Presidentes dos três grupos mais bem colocados de acordo com os jurados

“Nosso trabalho foi bem feito e merecemos o segundo lugar. Viemos como atual campeã do polo Macapá e tínhamos o favoritismo. Mas a quadrilha Cruzeiro do Sul se apresentou com perfeição e mereceu o primeiro lugar. Parabéns ao grupo e a todas as quadrilhas que deram o seu melhor no arraiá”, destacou o vice-presidente da quadrilha Revelação, Mauro Figueiredo.

Comissão de apuração dos votos, que aconteceu no Sambódromo

Comissão de apuração dos votos reunida no Sambódromo

A Federação das Entidades Folclóricas do Amapá (Fefap) ainda premiou com troféus os destaques:

Melhor tema, para Renovação Junina;

Melhor miss caipira, Ítala Campos, do grupo Revelação;

Melhor marcador, do grupo Tradição Junina;

Melhor conjunto, para Magia da Juventude;

Melhor saída e entrada, para Simpatia da Juventude;

Melhor indumentária, para Pequena Dama;

Melhor harmonia, para Explosão Junina;

Criatividade, para Rosa Portuguesa;

Melhor passo de quadrilha, para Pequena Dama;

Quadrilha revelação, para Estrela Brasileira;

Melhor dança, para Cruzeiro do Sul;

Melhor dançarina, Daniela Gomes do grupo Revelação;

Melhor dançarino, Mateus Freitas da quadrilha Simpatia da Juventude.

Horas antes da apuração principal houve a somatória de pontes para a escolha da campeã entre as tradicionais. A vencedora foi Paniquete dos Matutos, do Bairro Perpétuo Socorro. 

Compartilhamentos