Compartilhamentos

O segundo dia de eliminatória estadual das quadrilhas tradicionais no Arraiá do Meio do Mundo foi marcado pela visita do ministro da Cultura Juca Ferreira. A visita aconteceu na noite de quinta-feira, 25, na Cidade Junina. A presidente da Federação das Entidades Folclóricas do Amapá (Fefap), Daiane Ronieli, aproveitou para pedir mais atenção à cultura amapaense e pediu apoio para a construção de um “quadrilhódromo”.

“Para a Federação é de grande importância essa visita. Já conversei com ele sobre a necessidade de fomentar a cultura do Estado, principalmente os setores que fazem girar a economia, como é caso da quadra junina. Mas o nosso grande foco é a construção do quadrilhódromo. Isso economizaria muito dinheiro e seria um espaço especial das quadrilhas durante todo ano”, destacou Daiane.

Ministro Juca Ferreira se surpreendeu com o arraiá amapaense

Ministro Juca Ferreira se surpreendeu com o arraiá amapaense

A quadrilha estilizada Cruzeiro do Sul fez uma apresentação especial para a comitiva da Caravana da Cultura, que veio ao Amapá pela primeira vez.  

“Fui muito bem recepcionado e confesso que fiquei surpreso com as apresentações das quadrilhas e a interação com o público. O povo é muito criativo. A quadra junina tem especificidades em cada canto do Brasil, e no Amapá não é diferente. Estar no meio do mundo em um arraiá chega a ser mágico”, afirmou Juca Ferreira.

Ao todo, 10 quadrilhas tradicionais adentraram o arraiá na noite de ontem. Na sexta e no sábado acontecem as apresentações das quadrilhas vencedoras dos grupos estilizados e no domingo e a grande final.

Compartilhamentos