Compartilhamentos

Os casos de violência sexual em Oiapoque não param. Depois do “Maníaco da Vila Vitória”, a Polícia Civil de Oiapoque prendeu um homem de 50 anos acusado de estuprar o neto de apenas 6 anos de idade. Exame feito pela Polícia Técnica confirmou o ato libidinoso, ou seja, houve penetração no ânus da criança. O acusado teria usado os dedos.

Os policiais foram procurados pela mãe da criança ontem, 24, por volta das 22 horas. De acordo com o delegado Charles Corrêa, ela disse que dois dias antes tinha deixado a criança depois da escola na casa da avó do menino

Em certo momento, a senhora precisou sair da casa para ir ao quintal, e o menino ficou na companhia do avô Armando dos Santos, natural de Vigia (PA), e que reside há mais de 20 anos em Oiapoque.

Já em casa com a mãe, a criança se queixou sobre o avô, que não chega a ser o avô legítimo porque que a mãe do menino é enteada dele. Pelos relatos da criança, teria sido a quarta vez que houve estupro.

Delegado Charles Correa: acusado confessou informalmente, mas negou no depoimento

Delegado Charles Correa: acusado confessou informalmente, mas negou no depoimento

Na quarta-feira, 24, depois que peritos constataram que houve o ato libidinoso, o delegado Charles Corrêa foi até a casa de Armando e deu voz de prisão para ele. No Ciosp de Oiapoque, a polícia pesquisou a vida do acusado e descobriu que ele já havia cumprido pena por homicídio no Pará. Ouça o que diz o delegado Charles Corrêa a respeito de Armando.

Oiapoque: “Avô” é preso acusado de estuprar o neto de 6 anosDurante o percurso até o Ciosp, Armando confessou o estupro, mas na hora do depoimento formal ele negou. O acusado vai aguardar julgamento em Oiapoque.

Ele está dividindo a cela com outro preso conhecido como “Maníaco da Vila Vitória”, uma comunidade evangélica do município onde um homem teria estuprado várias crianças ao se passar por evangélico e conseguir abrigo nas casas de membros da igreja.

 

Compartilhamentos