Compartilhamentos

A festa de inauguração da pista de atletismo e do novo gramado do Estádio Zerão, no último sábado, 20, acabou gerando uma grande polêmica ecoada principalmente nas redes sociais.  Entre muitos comentários a respeito de cachês e suposto favorecimento a uma empresa do secretário de Desporto e Lazer, Edinoelson Trindade, o Careca, há também um vídeo onde Zico xinga supostos repórteres dentro do campo.  O secretário de Desporto, que deu razão ao ex-atleta no episódio, negou que tenha aplicado dinheiro público para beneficiar sua empresa, a Escolinha de Futebol Zico 10, e atribuiu as críticas ao que chamou de “um jogo sujo”.

A programação de inauguração incluiu a presença de 20 atletas e ex-atletas, com destaque para Zico e o medalhista olímpico Vicente Lenilson. Houve uma minimaratona com 600 participantes que partiram da Praça do Coco com chegada na pista do Zerão,  Depois disso, uma partida de futebol reuniu a seleção amapaense e uma seleção máster do Brasil, que tinha entre outros nomes Júnior Baiano e Cláudio Adão.

Apresentação de atletas na pista. Foto: Alex Silveira/Agência Amapá

Apresentação de atletas na pista. Foto: Alex Silveira/Agência Amapá

A escolha de Zico para a inauguração, de acordo com a Sedel, deu-se pelo fato dele ter sido o ministro dos Esportes quando o Zerão foi o inaugurado em 1990. “Ele veio como ministro e agora voltou 25 anos depois. Essa era a ideia”, comentou o secretário.

Parecia uma incoerência chamar Zico para inaugurar uma pista de atletismo. Careca admitiu falha na estratégia de comunicação do evento que deu mais ênfase à presença de Zico e à pista, e teria dado pouca importância ao novo gramado do estádio.

Secretário de Desporto, Edinoelson Trindade: jogo sujo

Secretário de Desporto, Edinoelson Trindade: jogo sujo

“Quando eu assumi a Sedel esse gramado estava todo esburacado. No ano passado jogaram muita pelada nele e não houve cuidados. Chamei a empresa responsável e trouxe técnicos que cuidam do gramado da Arena da Amazônia (Manaus). Aquele gramado foi todo arrancado. É um novo gramado”, garantiu Careca

 

Zico 10

O secretário admitiu que houve um evento interno na Escolinha Zico 10 entre o ex-atleta, pais e alunos, mas que nada teve a ver com o cachê pago pela Sedel ao astro. “Custou R$ 80 mil a presença do Zico e dos outros 20 atletas. Saiu muito barato. Ele inclusive baixou o cachê dele pra vir ao Amapá justamente porque sou franqueado.  Ficou bem mais barato do que os R$ 900 mil que gastaram no ano passado na festa de inauguração”, alfinetou.

Sobre os palavrões que Zico soltou no campo para um suposto repórter, Careca disse que Zico se irritou porque tinha combinado que daria entrevista depois da partida, e mesmo assim um vídeo mostra alguém tentando entrevistá-lo no gramado enquanto ajeitava o meião. No vídeo é possível ver a irritação do ex-jogador que pede respeito.

“O Zico já tem 62 anos. Se irritou mesmo com a falta de respeito”, disse. 

Foto de Zico: Marcelo Loureiro/Agência Amapá

Compartilhamentos