Compartilhamentos

Policiais do 7º Batalhão da PM ganharam o reforço de uma equipe do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM) para resolver um caso de homicídio no município de Porto Grande, município a 105 quilômetros de Macapá. Depois de três dias de buscas na mata, os policiais encontraram o corpo da vítima e conseguiram prender o principal suspeito.

As buscas começaram na sexta-feira, 5, depois que a PM de Porto Grande recebeu denúncia anônima de que um sujeito conhecido como “Peba” teria matado uma pessoa e escondido o cadáver no meio da mata junto com a motocicleta da vítima.

A moto da vítima estava camuflada debaixo das folhagens no meio da mata. Fotos: Dicom/BPRM

A moto da vítima estava camuflada debaixo das folhagens no meio da mata. Fotos: Dicom/BPRM

Ainda na sexta-feira, depois de horas de trabalho, os policiais descobriram a motocicleta da vítima escondida sob folhas, galhos e mato, como se estivesse camuflada. O veículo é uma CG Titan vermelha de placa 5147. Mas nada do corpo.

Os policiais voltaram no dia seguinte para reiniciar as buscas. Com apoio de imagens do circuito de segurança de um estabelecimento comercial, foi possível ver o suspeito levando a vítima na direção da área de mata. Foi mais um dia à procura da vítima sem sucesso.

Na manhã de domingo, 7, o corpo de Edinei Ferreira Façanha foi descoberto. Estava dentro de um poço atrás do terminal rodoviário, no Bairro das Malvinas. Os policiais sabiam que Peba, identificado depois como Adriano Bento Balieiro, estava escondido em uma casa próximo dos Correios. Com o descobrimento do corpo estava configurado o crime.

Peba ainda tentou fugir quando viu a chegada da polícia, mas foi detido e encaminhado para a delegacia de polícia de Porto Grande. A vítima foi identificada como Anderson Soares da Rocha. Segundo a polícia, ele teria sido vítima de latrocínio, mas o caso ainda está sendo apurado.

Compartilhamentos