Compartilhamentos

Uma assessora da Secretaria de Fazenda do Estado (Sefaz) está entre os sorteados para receber um apartamento no Conjunto São José, no Bairro do Buritizal. A prefeitura, que fez o cadastramento das famílias, disse que esse e outros casos idênticos vão gerar desclassificação na próxima fase que é a inspeção.

O nome da assessora aparece numa relação de nomeações para a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) publicada no Diário Oficial do Estado do dia 26 de janeiro de 2015, com remuneração CDS-2, o que representa um salário superior a R$ 2 mil.

O primeiro critério para entrar no Programa Minha Casa, Minha Vida é a renda máxima de R$ 1,6 mil. Outra condição é que a mulher seja a chefe da família.

Nomeação da beneficiária em cargo na Sefaz em janeiro deste ano

Nomeação da beneficiária em cargo na Sefaz em janeiro deste ano

 

O mesmo nome na relação de sorteados

O mesmo nome na relação de sorteados

Participaram do sorteio realizado pela Caixa Econômica Federal no último sábado, 30, mais de 21 mil famílias para 950 apartamentos. Em abril, foram sorteados os apartamentos para idosos e pessoas com deficiência.

“Quando fez a inscrição a pessoa se declarou desempregada. Esse e outros casos serão desclassificados nas visitas onde os sorteados terão que comprovar sua condição social, assim como aconteceu nos grupos de idosos e portadores de deficiência onde foi necessário chamar todos os candidatos do cadastro reserva”, explicou o coordenador de Comunicação da PMM, Diniz Sena.  

Ainda segundo o coordenador, depois das inspeções a Caixa Economica receberá dossiês sobre cada caso.

A prefeitura está divulgando um número de telefone para receber denúncias sobre pessoas que foram sorteadas, mas que na verdade estão foram dos critérios do Programa Minha Casa, Minha Vida. O número é o 98802-8909.

Compartilhamentos