Compartilhamentos

Humberto Baía, de Oiapoque – Um policial militar foi preso pelo assassinato de um soldado do Exército no município de Oiapoque, a 590 quilômetros de Macapá. O acusado foi preso e disse em depoimento que deu tiros para acabar com uma confusão em um bar.

O crime ocorreu no domingo, 7, na frente de um bar na BR-156.  O soldado da PM Ted Wilson, de 32 anos (foto acima), matou o militar Romário Getúlio dos Santos, de 19 anos, de origem indígena. Ela era da aldeia kumarumã, a 200 quilômetros da sede de Oiapoque.

O delegado que investiga o caso, Cezar Augusto Pinheiro, tomou o depoimento do PM , onde ele falou sobre uma suposta tentativa de apartar uma briga usando a arma de fogo.

Delegado Cezar Augusto: comportamento fora do padrão de um policial

Delegado Cezar Augusto: comportamento fora do padrão de um policial

Uma das pessoas que estava na confusão teria vindo em sua direção armado com um pedaço de madeira, por isso atirou. A bala atingiu a virilha do soldado que ainda foi socorrido, mas morreu no Hospital de Oiapoque.

O delegado também ouviu várias pessoas que “confirmaram o comportamento do PM como fora do padrão de um policial”.  Ted Wilson já responde a inquéritos administrativos, e frequentemente estava envolvido com “problemas de ordem social”, explicou o delegado.

O policial já esta sob custódia do batalhão da PM de Oiapoque, aguardando transferência para Macapá.

Compartilhamentos