Compartilhamentos

Pouca gente sabe, mas desde o dia 1º de julho os radares de fiscalização eletrônica de velocidade instalados pela prefeitura em algumas ruas de Macapá, estão emitindo multas sem caráter educativo. Ou seja, é pra valer. Até junho as multas eram puramente educativas.

O sistema de monitoramento eletrônico foi lançado em maio de 2014 em Macapá e já teve ampla divulgação, inclusive dos locais em que os equipamentos estão instalados.

Somente este ano, no período de janeiro a junho, foram emitidas dez mil notificações em caráter de multa educativa. As mesmas foram entregues em todos os endereços dos condutores infratores por meio dos Correios.

As multas emitidas pelo equipamento agora é pra valer

As multas emitidas pelo equipamento agora é pra valer

“Todos os procedimentos realizados até agora foram para educar a população e fazer um alerta quanto aos limites de velocidade. Desde o início, a prefeitura tem divulgado os locais onde os equipamentos estão instalados. Colocamos sinalização vertical e horizontal em todos os pontos, e divulgamos também nos meios de comunicação da capital”, disse a diretora-presidente da Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac), Cristina Baddini.   

As notificações de infrações feitas a partir do mês de julho não estão mais em caráter educativo, as mesmas já estão sendo entregues nas residências dos condutores. Após receber a notificação de infração, o condutor tem 30 dias para dar entrada com um recurso na CTMac. Após esse período, se o condutor não entrou com recurso ou o mesmo foi indeferido, a multa será entregue pelos Correios.

Todas as multas e notificações constam de foto da infração, com data e horário.

Compartilhamentos