Compartilhamentos

Continuam as buscas pelo taxista Raimundo Wilson de Barros Brito, de 58 anos, que está desaparecido desde sábado, 04. Um taxista conhecido como “Garotinho”, chegou a falar com Wilson às 6 horas da manhã de sábado. Ele contou à polícia que o colega estava indo fazer uma corrida para o município de Porto Grande, a 105 quilômetros de Macapá.

Polícia Rodoviária Federal e amigos do taxista fazem busca nos ramais entre Macapá e Porto Grande

PRF e amigos do taxista fazem busca nos ramais entre Macapá e Porto Grande

Segundo a família, Wilson trabalha todos os dias à noite, começa às 19 horas e só para às 6 horas do dia seguinte. Mas no sábado ele não retornou para casa. “A única informação que temos é desse taxista, Garotinho, que contou na delegacia que por volta das 6 horas de sábado, passou dois passageiros para o meu pai, e que essa corrida seria para Porto Grande”, contou Cristiane Vilhena, filha do taxista.

A Polícia Civil e o Batalhão de Operações Especiais (Bope) estão fazendo as buscas. Agora, a polícia tentando localizar o celular do taxista através de sinal via satélite. 

Durante todo o dia de sábado taxistas e amigos fizeram buscas nos ramais localizados entre Macapá e Porto Grande, com apoio da Polícia Rodoviária Federal. As Buscas continuam neste domingo, 05, e qualquer informação pode ser repassada pelo telefone: 9 9176-4196.

 

Compartilhamentos