Buscas continuam: Taxista desaparecido pegou corrida para Porto grande

Compartilhamentos

Continuam as buscas pelo taxista Raimundo Wilson de Barros Brito, de 58 anos, que está desaparecido desde sábado, 04. Um taxista conhecido como “Garotinho”, chegou a falar com Wilson às 6 horas da manhã de sábado. Ele contou à polícia que o colega estava indo fazer uma corrida para o município de Porto Grande, a 105 quilômetros de Macapá.

Polícia Rodoviária Federal e amigos do taxista fazem busca nos ramais entre Macapá e Porto Grande

PRF e amigos do taxista fazem busca nos ramais entre Macapá e Porto Grande

Segundo a família, Wilson trabalha todos os dias à noite, começa às 19 horas e só para às 6 horas do dia seguinte. Mas no sábado ele não retornou para casa. “A única informação que temos é desse taxista, Garotinho, que contou na delegacia que por volta das 6 horas de sábado, passou dois passageiros para o meu pai, e que essa corrida seria para Porto Grande”, contou Cristiane Vilhena, filha do taxista.

A Polícia Civil e o Batalhão de Operações Especiais (Bope) estão fazendo as buscas. Agora, a polícia tentando localizar o celular do taxista através de sinal via satélite. 

Durante todo o dia de sábado taxistas e amigos fizeram buscas nos ramais localizados entre Macapá e Porto Grande, com apoio da Polícia Rodoviária Federal. As Buscas continuam neste domingo, 05, e qualquer informação pode ser repassada pelo telefone: 9 9176-4196.

 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.