Compartilhamentos

O lutador de artes marciais que tentou matar o colega para roubar a moto dele foi preso por policiais civis e militares do município de Calçoene, a 460 quilômetros de Macapá, na região Norte do Amapá. O crime ocorreu em uma propriedade rural de Oiapoque na última quinta-feira, 2, às marges da BR-156.

Ivaldo Paiva Tavares e Tiago Aleixo Monteiro são colegas da mesma academia onde treinam artes marciais no município de Oiapoque.  Segundo a polícia, Tiago também tem moto, mas como não possui habilitação pediu carona a Ivaldo para passar pela barreira da Polícia Rodoviária Federal. Era uma armadilha.

Ivaldo sendo socorrido por policiais rodoviários e um bombeiro

Ivaldo sendo socorrido por policiais rodoviários e um bombeiro. Fotos: PRF

Na altura do KM-17, a partir de Oiapoque, os dois pararam na porteira do terreno rural do professor da academia onde treinam. Tiago disse que ficaria ali. Foi nesse momento que Ivaldo, que conduzia a moto, foi surpreendido pelo agressor que desferiu contra ele quatro facadas nas costas. 

O agressor, que seria usuário de drogas, fugiu na moto da vítima em direção a Calçoene. Ivaldo foi socorrido por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal e um paramédico do Corpo de Bombeiros, e levado em estado grave para o hospital de Calçoene onde passou por cirurgia. Ele não corre mais risco de morte.

“Os golpes perfuraram um dos pulmões, mas a vítima é praticante de artes marciais e tem boa condição física. Por isso conseguiu sobreviver. Se fosse alguém mais frágil teria morrido. Espalhamos as fotos do acusado no Facebook e avisamos as polícias Militar e Civil de Calçoene”, disse o delegado Charles Côrrea, do Ciosp do Oiapoque.

Ontem, 3, no fim da tarde, Tiago foi capturado por policiais militares e civis que já tinham sido avisados das características da moto e reconheceram o acusado.  Tiago Aleixo foi levado para Oiapoque por um agente e um PM (na foto) onde foi autuado por tentativa de latrocínio.

Compartilhamentos