Compartilhamentos

Elcio Barbosa

Depois da estreia com um empate fora de casa pela Série D, o Santos volta a campo no domingo, 19, para enfrentar o River, do Piauí. Agora, com a torcida a favor, o time amapaense já pensa na liderança do grupo. O jogo será às 16h no Estádio Zerão.

O jogo de estreia do time santista foi em Juazeiro do Norte, interior do Ceará, contra o Guarani. Para chegar ao local da partida a comissão técnica e os jogadores enfrentaram uma maratona de 13 horas de viagem.

Autor do gol de estreia do Santos, André Cabeça

Autor do gol de estreia do Santos, André Cabeça. Fotos: Elcio Barbosa

“A viagem é desgastante. Para se ter uma ideia, de Fortaleza até Juazeiro são nove horas de ônibus. Isso desgasta o jogador. Sentimos o resultado da viagem no segundo tempo, quando a gente cedeu o empate após a falha de marcação na área. Mas ganhamos um ponto e isso vale muito”, disse o treinador Minga.

Para o treinador a vitória estava certa perto do fim do jogo. “Nós tivemos duas chances no primeiro tempo, mas não conseguimos converter. Entramos com o Jean Marabaixo na segunda etapa para surpreender o adversário, também não conseguimos o segundo gol. Saímos com um ponto importante e agora vamos trabalhar para o segundo compromisso, que será dentro de casa no domingo, contra o River, do Piauí”, declarou Minga.

“O resultado foi importante. Nós poderíamos ter saído com a vitória, mas não deu. Agora é ir em busca dos três pontos jogando dentro de casa”, afirmou autor do gol, André Cabeça.

Compartilhamentos