Compartilhamentos

Uma equipe do 2º Batalhão da Polícia Militar apreendeu uma adolescente de 15 anos acusada de matar a moradora de rua, Eliziane Gomes de Almeida, de 30 anos, dentro do prédio onde funcionava a prefeitura de Santana, na Área Portuária do município.  A acusada, que confessou o crime, estava escondida no Bairro Açaí, Zona Norte de Macapá.

A equipe foi avisada sobre a localização da menor por meio de uma denúncia anônima. A menina, que é muito magra e aparenta ter o dobro da idade, estava escondida na casa de uma tia junto com o namorado.

A adolescente foi entregue à PM de Santana que fez a apresentação dela na 1ª Delegacia de Polícia da cidade, responsável pela investigação. Em depoimento, ela disse que estava no galpão da antiga prefeitura consumindo crack junto com um grupo que mora no prédio. 

Prédio onde o crime aconteceu: Fotos: Arquivo/Seles Nafes

Prédio onde o crime aconteceu: Fotos: Arquivo/Seles Nafes

Na versão dela, houve uma discussão com a vítima que teria lhe agredido com uma bofetada no rosto. O gesto teria se repetido outras duas vezes. Ela não soube explicar o motivo.

Na terceira agressão, a adolescente disse que pegou uma faca que estava próxima dela e golpeou a vítima que morreu ainda no local. Inicialmente, a mulher foi identificada como “Kelly” porque era assim que ela era chamada pelos outros moradores do prédio.

O crime aconteceu na noite do último domingo, 12, no galpão que hoje é habitado por usuários de crack. Eles passam o dia pedindo dinheiro, fazem pequenos bicos ou furtos nas redondezas.  

Ainda na manhã desta terça-feira, 14, ela será apresentada ao Ministério Público. A tendência é que a Promotoria de Justiça solicite a internação provisória dela. A detenção poderá durar no máximo 45 dias.

Compartilhamentos