Compartilhamentos

Um menino de 9 anos se atirou pela janela do 4º andar de um edifício do Conjunto Mucajá, no Bairro do Beirol, durante um incêndio na manhã desta quinta-feira, 16. Ele não teve ferimentos graves porque foi salvo por familiares e vizinhos que estavam na rua e incentivaram o menino a pular.

O incêndio começou por volta das 8h30min, em um dos apartamentos do Bloco 2. As chamas se alastraram rapidamente pelos cômodos, chegando a atingir um apartamento vizinho.  Equipes do Corpo de Bombeiros chegaram rapidamente e não tiveram problemas para impedir que o fogo se espalhasse ainda mais por outras moradias.

Bombeiros chegaram rapidamente e conseguiram evitar que o fogo atingisse mais apartamentos. Fotos: Site SelesNafes.Com

Bombeiros chegaram rapidamente e conseguiram evitar que o fogo atingisse mais apartamentos. Fotos: Site SelesNafes.Com

Antes de as equipes chegarem, houve uma cena dramática. Havia um menino de 9 anos que não conseguia sair do apartamento porque a porta estava bloqueada pelas chamas. Ele foi para a janela de um dos quartos e gritou por socorro, para desespero de quem via a cena, principalmente familiares que haviam saído para trabalhar e voltaram quando ficaram sabendo do incêndio.

Da rua, eles mandaram que o garoto se atirasse. Depois de alguns minutos ele obedeceu. Um grupo conseguiu segurar o menino, que ainda se machucou. Ele foi levado por uma ambulância do Samu para o Hospital de Emergência com suspeita de fratura em uma das penas, mas não corre risco.

Engenheiros irão avaliar se houve danos na estrutura do prédio

Engenheiros irão avaliar se houve danos na estrutura do prédio

O apartamento onde o incêndio começou foi completamente destruído. O segundo apartamento teve a cozinha bastante danificada.

“Sobre as causas ainda não sabemos. Os peritos vão avaliar, e chamamos também engenheiros para analisar a estrutura do prédio, já que a alta temperatura pode ter atingido piso, paredes e outras partes da edificação”, explicou o coronel Roberto Nery, do CBM.

Este não foi o primeiro incêndio no Mucajá. Apesar disso, o Corpo de Bombeiros diz que os apartamentos estão em as condições de segurança.  “Há extintores e hidrantes.  Não tivemos problemas para atender”, comentou Nery.

Compartilhamentos