Compartilhamentos

Elcio Barbosa

Depois do tropeço dentro de casa contra o River, do Piauí, pela Série D, o Santos vai em busca da reabilitação diante do Imperatriz, do Maranhão, no próximo domingo, 26. Mesmo o jogo sendo fora de casa, a equipe está otimista.

A derrota para o River pelo placar de 1 a 0, acendeu a luz de alerta do time amapaense, que já tem um compromisso nesta quarta-feira, 22, pelo Campeonato Amapaense contra o Ypiranga, no Estádio Zerão.

O atacante Acosta era a referência na área, mas não conseguiu furar a zaga piauiense

O atacante Acosta era a referência na área, mas não conseguiu furar a zaga piauiense. Fotos: Elcio Barbosa

Contra o River, o Santos não conseguiu impor um ritmo para surpreender o adversário. O jogo foi equilibrado em alguns momentos. Mas, na maior parte do jogo, o time piauiense conseguiu dominar. O meia piauiense Léo Olinda deu trabalho à zaga santista com passes certeiros.

Logo no início do jogo, o atacante Acosta recebeu o passe do meia André Cabeça, e chutou por cima do gol do goleiro Naylson. O lance do gol adversário foi aos 30 minutos, após a cobrança da falta do meia Léo Olinda. A bola foi na cabeça do zagueiro Paulo Paraíba, River 1 a 0.

Aos 20 minutos o Santos desperdiçou o gol de empate através do meia Raí. Ele meteu a cabeça na bola que foi defendida pelo goleiro do River. Com o jogo indefinido, os treinadores realizaram alterações. Pelo Santos saíram Acosta e Raí para a entrada de Jean Marabaixo e Leto. Na equipe do Galo, Léo Olinda e Célio Codó deram lugar para Carlinhos e Fabinho.

Depois do tropeço em casa, o Santos agora vai ao Maranhão tentar se reabilitar na tabela

Depois do tropeço em casa, o Santos agora vai ao Maranhão tentar se reabilitar na tabela

O time amapaense foi para o ataque para tentar pelo menos o empate. Aos 25 minutos, o meia Roberto chutou de fora da área, mas o goleiro adversário defendeu em dois tempos. A equipe do River contra-atacou aos 30 minutos com o meia Luís Jorge, com uma bomba de fora da área. O goleiro santista Diego defendeu.

O cronometro parou aos 43 minutos para atender o jogador do River, Amarildo. Ele desmaiou em campo. Foi atendido pelos médicos do Santos e do River. o jogador acordou e queria retornar a campo, mas, desabou de novo.

O atleta foi atendido ainda em campo após sofrer uma hipoglicemia (nível de açúcar baixo no sangue). Após medicação, o atleta foi liberado e passa bem. Com a vitória, o clube piauiense chegou aos 4 pontos. O Santos continua com apenas um ponto, em duas partidas.

Compartilhamentos