Compartilhamentos

O Amapá mais uma vez não avançou no rancking das notas do Enem por escola, divulgado nesta quarta-feira, 5, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). A escola estadual Professora Antônia Silva Santos, de Mazagão , teve a 3ª pior nota do país. 

A Escola Antônia Silva dos Santos teve 420 pontos nas provas objetivas e 318 na redação, ocupando o 15.686º lugar geral. A quinta pior nota do país foi da Escola Estadual Tessalônica, na comunidade de Tessalônica, a cerca de 30 quilômetros de Macapá. O colégio obteve 421 pontos nas questões objetivas e 310 na redação, ocupando o 15.636º lugar.

“Tivemos muitos problemas com greves nos últimos anos, o que desestimulou os alunos. Estamos trabalhando para melhorar essa nota no ano que vem. Muitas escolas estão realizando provões, oficinas de redação e durante julho realizaram intensivões”, disse a coordenadora de Ensino Médio da Seed, Dina Melo.

Entre as escolas estaduais do Amapá, quem se saiu melhor foi a escola Professor Barroso Tostes, do município de Santana, que teve a 14º melhor média dentro do Estado, ficando atrás de escolas particulares e do Instituto Federal do Amapá (Ifap).

De forma geral, o Amapá ficou bem mal na lista. Mesmo sendo a melhor colocada na lista estadual, a escola estadual Barroso Tostes, ficou em 9.923º lugar a lista nacional. O 14º lugar no rackinhg estadual em 2014 é o mesmo obtido em 2013. Ou seja, não houve avanço.

As três melhores estaduais são a Escola Professor Barroso Tostes, Escola Polivalente Tiradentes e Alexandre Vaz Tavares.  O primeiro lugar geral do Amapá ficou com a Conexão Aquarela. Mais de 68,6 mil estudantes participaram do Enem no ano passado, 27 mil a mais do que em 2014.

Compartilhamentos