Compartilhamentos

Já estão se tornando comuns em Macapá as quedas de energia e apagões. O problema da instabilidade na distribuição já gerou várias reclamações no Instituto de Defesa do Consumidor (Procon). Muitos consumidores se queixam da interrupção de energia, abuso na conta de luz e principalmente perda de eletrodomésticos.

Dados do Procon revelam que de janeiro a agosto deste ano o órgão atendeu 5.288 reclamações, 192 são referentes a processos contra a CEA.

Assessor Jurídico do Procon Raphael Nascimento: o consumidor não pode ter tanto prejuízo. Fotos Cassia Lima

Assessor Jurídico do Procon Raphael Nascimento: o consumidor não pode ter tanto prejuízo. Fotos Cassia Lima

“Aumentou muito o número de reclamações, e a maioria gira em torno de queima de equipamentos e cobrança indevida. Compreendemos que a companhia passa por um processo de mudança, mas o consumidor não pode ter tantos prejuízos”, argumentou o assessor jurídico do Procon, Raphael Nascimento.

Devido a demanda, o Procon reuniu com representantes da CEA no início deste mês para discutir sobre a melhoria no atendimento ao consumidor, pagamento em débito, melhores condições na prestação do serviço e explicações sobre as quedas de energia. Ficou acertado que a companhia de energia tem 45 dias para ajustar e resolver as principais pautas discutidas.

O freezer da dona de casa que queimou por conta das quedas de energia

O freezer da dona Creuza que queimou por conta das quedas de energia

“Existe uma resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que orienta a CEA a compensar os consumidores quanto a falta de energia, ou seja, quanto falta energia na minha residência, a CEA é obrigada a descontar aquele valor não usado na minha conta”, explicou o assessor.

Mas na prática a resolução não é cumprida. Na casa da dona Creuza Guimarães, localizada no Bairro Novo Horizonte, Zona Norte de Macapá, quase todos os dias, nas últimas semanas, acontecem as quedas de energia.

“Já procurei a CEA e registrei reclamação no Procon. Na semana passada perdi meu freezer numa queda de energia. Até agora espero um técnico na CEA para constatar isso. Vou querer reembolso pelo meu freezer que é novo”, destacou a dona de casa.

Se por acaso um consumidor perdeu eletrodomésticos ou recebeu uma cobrança indevida da CEA, a orientação é que procure o atendimento na companhia, e apenas em casos de falta de atendimento satisfatório, o caso seja levado ao Procon.

Compartilhamentos