Compartilhamentos

O Ministério do Planejamento ficou de publicar ainda nesta quarta-feira, 12, os nomes de 60 servidores da prefeitura de Macapá, que tiveram seus processos deferidos pela comissão que analisa os pedidos de transposição dos quadros do município de Macapá para a União. A informação foi repassada diretamente pela coordenadoria da comissão ao senador Randolfe Rodrigues (Psol), que vem acompanhando o assunto em Brasília.

Ao todo, são 1.400 processos em análise, sendo que 800 são de servidores ativos e os demais são aposentados e pensionistas. De acordo com o secretário de Administração de Macapá, Carlos Michel, a prefeitura vai economizar mensalmente cerca de R$ 5 milhões se todos os processos forem deferidos.

Carlos Michel explicou, que depois de publicada a lista, os servidores serão notificados pelo Ministério do Planejamento. Nessa notificação, vão constar informações sobre o enquadramento do servidor e quanto ele vai receber de salário. A partir da notificação, o servidor terá dez dias para confirmar que aceita a transposição. Em seguida, os nomes serão publicados no Diário Oficial da União, e os servidores passam a ser do quadro do governo federal. Isso deve acontecer nos próximos meses.

“O Ministério do Planejamento analisou apenas esses 60 processos, e todos foram deferidos. Com base nessa informação, acreditamos que as análises de todos os 1.400 processos sejam favoráveis aos servidores. Assim, a prefeitura vai economizar recursos para investir em outros setores importantes, como saúde e educação, por exemplo”, enfatizou o secretário.

Compartilhamentos