Compartilhamentos

Quase 25 anos depois, moradores do Conjunto Laurindo Banha, na Zona Sul de Macapá, começaram a receber os títulos de domínio de seus imóveis. A prefeitura precisou negociar com a Caixa Econômica Federal uma dívida de mais de R$ 100 milhões. O débito caiu pela metade, e o parcelamento do saldo permitiu que a prefeitura pudesse começar a emitir o documento para as famílias, que agora podem financiar até a ampliação das residências.

Os mutuários financiaram as casas no fim da década de 1980 por meio de um programa habitacional da Empresa Municipal de Urbanização e Habitação (Emdesur). Foram mais de 700 residências. No Laurindo Banha, mais de 400 imóveis foram quitados pelos moradores, mas as parcelas não foram repassadas pela Emdesur à Caixa Econômica.

Mutuário assina recebimento do título. Fotos: Flávio Torres

Mutuário assina recebimento do título. Fotos: Flávio Torres

A retenção gerou uma dívida de R$ 104 milhões, que agora foi reduzida para R$ 51 milhões graça a numa nova negociação. A prefeitura se comprometeu em pagar parcelas de R$ 313 mil por mês durante 20 anos.

“Vamos garantir o direito das pessoas de boa fé que pagaram suas casas, mas tiveram o dinheiro das parcelas desviado”, disse o prefeito de Macapá, Clécio Luis.

Os títulos começaram a ser entregues no último sábado, 8. Moradores do Conjunto da Embrapa, na Rodovia JK, e do Conjunto Vitória Régia, na Zona Norte.

Compartilhamentos