Compartilhamentos

André Silva –

Dentro de 60 dias a empresa Helibrás vai entregar ao governo do Amapá o novo helicóptero que será usado nas operações do Grupamento Tático Aéreo (GTA). O contrato de entrega foi assinado pelo governador Waldez Góes (PDT) e um representante da empresa, na tarde desta sexta-feira, 14, no Palácio do Setentrião.

Trata-se de uma aeronave zero quilômetro, modelo Esquilo, que tem garantia de três anos. O GTA foi criado em 2006, mas as operações ficaram paralisadas entre os anos de 2011 e 2014. Com a nova aeronave, o GTA poderá dar suporte às operações policiais realizadas no Amapá. Hoje, quando o Estado precisa de serviços aéreos na área policial, conta com o apoio da Secretaria de Segurança do Pará, que empresta uma aeronave.

O contrato foi assinado nesta sexta-feira, 14, no Palácio do Setentrião

O contrato foi assinado nesta sexta-feira, 14, no Palácio do Setentrião. Fotos: André Silva

“O aparelho vai ajudar nas buscas e salvamentos, dando apoio aos serviços da defesa civil e militar do Estado. Há muito tempo nós esperamos por essa aeronave”, disse o comandante do GTA, Rubem Júnior .

O helicóptero custou R$ 10,3 milhões, sendo R$ 7,2 milhões da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), e mais R$ 3,1 milhões do governo do Estado.

Ruben Júnior: estávamos esperando há muito tempo por esse aparelho

Ruben Júnior: estávamos esperando há muito tempo por esse aparelho

O secretário de Segurança Pública, Gastão Calandrini , ressaltou que depois de várias tentativas frustradas do último governo em adquirir uma aeronave usada, a administração atual conseguiu um helicóptero novo. A última aeronave que o GTA usou era alugada.

Governador Waldez Góes lembrou que foi no seu governo que o GTA foi instalado no Estado. “Acompanhei de perto todo o processo da equipe do secretário Calandrini, que conduziu muito bem a negociação. No meu primeiro mandato, como nós precisávamos de uma aeronave, tivemos que alugar. Mas a nossa vontade sempre foi de conseguir recursos do governo federal para comprarmos uma aeronave zero quilômetro e que fosse nossa. Agora conseguimos”, enfatizou o governador.

Compartilhamentos