Compartilhamentos

A sessão que ia apreciar o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito montada para investigar o prefeito de Pedra Branca do Amapari, Genival Gemaque (PR), terminou em confusão nesta segunda-feira, 24. Houve pancadaria entre ocupantes de cargos comissionados da prefeitura e manifestantes dentro do plenário da Câmara de Vereadores da cidade.

A confusão começou por volta das 10 horas durante a leitura do relatório com as conclusões da CPI. A comissão indicou o afastamento de Genival do cargo de prefeito. A briga se arrastou até a rua e houve novo confronto entre oposição e apoiadores do prefeito. A sessão precisou ser suspensa.

Prédio da Câmara: sessão suspensa

Prédio da Câmara: sessão suspensa. Fotos enviadas por moradores

Policiais militares e guardas municipais conseguiram acabar com a confusão, e várias pessoas foram conduzidas para a delegacia de polícia. Foi necessário pedir apoio do efetivo da PM em Serra do Navio.

No dia 21 de junho a Câmara instaurou a CPI para investigar denúncias de que o prefeito estava comprando sem licitação. A denúncia foi oficializada por um morador do município que, segundo o presidente da Câmara de Vereadores, José Farias (PC do B), apresentou cópias de notas fiscais emitidas para empresas que fornecem material de limpeza e outros produtos.

sessão foi transferida para a próxima segunda-feira, 31.

Compartilhamentos