Compartilhamentos
Um rapaz de 20 anos foi executado a tiros dentro da casa onde morava na Avenida 29 de Julho, no Conjunto Laurindo Banha, Zona Sul de Macapá. A vítima não tinha passagens pela polícia e a família era evangélica. O delegado que investiga o caso, Alan Moutinho, trabalha com a possibilidade de o crime ter motivação passional.
O homicídio ocorreu por volta das 20h30min. Os assassinos chegaram na casa quando havia apenas a vítima e um irmão no interior da residência. O irmão foi imobilizado e levado para dentro de um quarto. Josieliton de Aquino Silva estava tomando banho, e quando saiu do banheiro foi surpreendido pelos bandidos. Ele tentou voltar para dentro do banheiro e foi parado com um tiro nas costas. 

Houve muita comoção e desespero quando os parentes chegaram ao local do crime. Fotos: Jair Zemberg

Houve muita comoção e desespero quando os parentes chegaram ao local do crime. Fotos: Jair Zemberg

A vítima caiu no chão do corredor e levou outros tiros, todos a queima roupa. Os peritos calcularam pelo menos mais quatro disparos. A vítima morreu ainda no local. 
Os assassinos fugiram em uma moto, mas como o local é escuro ninguém conseguiu anotar a placa. Testemunhas só souberam informar que os bandidos que entraram na casa eram dois homens bem vestidos com roupas e sapatos sociais. 
O delegado Alan Moutinho, da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (Decipe), solicitou as imagens da câmera de segurança de uma casa vizinha. A esperança é que o equipamento tenha registrado os bandidos e o veículo que utilizaram. 
Na chegada dos primeiros parentes no local no crime houve uma grande comoção. A família é muito numerosa. Parentes gritavam em desespero. O pai do rapaz, também em prantos, não deixou ninguém se aproximar do corpo do filho até a chegada da Polícia Técnica para fazer a remoção. Josieliton era considerado um rapaz tranquilo, com muitas amizades, e que nunca teve problemas com a polícia. 
Compartilhamentos