Compartilhamentos

Cerca de 25 mil alunos não retomaram as aulas nesta segunda-feira, 03, na rede estadual. É que professores de 34 escolas foram selecionados para participar da capacitação do Programa Educação Empreendedora. As férias nessas escolas serão prolongadas por mais uma semana. Alguns pais de alunos reclamaram que não foram avisados.

A notícia do prolongamento das férias não agradou muito os pais de alunos da Escola Nancy Nina Costa, localizada no Bairro do Zerão, Zona Sul de Macapá. Eles reclamam que não foram informados e na escola não havia aviso nenhum. Quem veio de longe reclamou com a coordenação da instituição.

Dona Maria Brito, com a filha: não recebemos nenhum aviso sobre o atraso no reinício das aulas

Dona Maria Brito, com a filha: “não recebemos nenhum aviso sobre o atraso no reinício das aulas”. Fotos: Cassia Lima

“Moramos em outro bairro, e minha filha depende de transporte público. Na semana passada busquei informações sobre o início das aulas, mas não havia aviso nenhum. É uma falta de respeito com os alunos. Poderiam ter anunciado ou pelo menos deixado um cartaz”, reclamou a dona de casa, Maria de Souza Brito.

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) informou que a capacitação dos professores é fundamental para ampliar, promover e disseminar a oferta de conteúdos de empreendedorismo nos currículos. Para as escolas ligadas ao programa as aulas iniciam na próxima segunda-feira, 10 de agosto.

Ainda segundo a Seed, 100 mil alunos de 369 escolas da rede estadual iniciaram as aulas normalmente nesta segunda-feira.

As salas de aulas em mais de 30 escolas estão assim

As salas de aulas em mais de 30 escolas estão assim

Rede municipal

Na rede municipal de Macapá a volta às aulas ocorreu em 80 escolas, com exceção da escola Antônio Barbosa, no Bairro Santa Inês, Zona Sul de Macapá, onde reparos na estrutura das salas de aula e pintura vão adiar o reinício do ano letivo, previsto para 17 de agosto.

Devido a greve de professores no início do ano, o calendário escolar no município foi dividido. Existem escolas que vão concluir o ano no fim de dezembro, mas por outro lado alguns estabelecimentos vão estender as aulas até janeiro e fevereiro de 2016.  

Compartilhamentos