Compartilhamentos

A Secretaria de Administração da Prefeitura de Macapá divulgou nesta quinta-feira, 13, a lista com os primeiros nomes de servidores que tiveram aprovada a transposição para os quadros da União. Eles ainda serão notificados sobre a aprovação.

A lista tem 60 nomes que tiveram os processos analisados pela Comissão Especial dos Ex-Territórios Federais de Rondônia, Amapá e Roraima. Clique aqui para ver a lista

A Semad diz que ainda não é possível afirmar se esses funcionários ainda receberão os salários de agosto na folha municipal, ou se já pela folha federal.  

Dos 1,4 mil servidores que aguardam a transposição, 800 são servidores ativos. O restante já se aposentou ou recebe pensão. Quando o processo todo estiver concluído, provavelmente até o fim do ano, a economia poderá chegar a R$ 5 milhões por mês aos cofres do município.

Servidores estaduais

O Governo do Estado também montou uma comissão para assegurar que a transposição seja feita com sucesso para 3.929 servidores estaduais. Esta semana, a Sead enviou ao governador Waldez Góes os nomes que comporão a Comissão de Acompanhamento da Transposição. A comissão será formada por Sead, Amprev, e Procuradoria Geral do Estado.

Fila de servidores para pedir a transposição em maio deste ano: 3,2 mil são estaduais

Fila de servidores para pedir a transposição em maio deste ano: 3,2 mil são estaduais

O governador determinou que a secretária de Administração, Goreth Souza, acompanhe os processos semanalmente em Brasília. “Vou cuidar pessoalmente para que os processos e a comissão do Amapá não fiquem esquecidos e estejam ativos para efetivarmos a transposição”, afirmou Goreth.

Com a transferência desses servidores para a união, o Amapá vai economizar R$ 227,4 milhões por ano. Por mês, são R$ 18,9 milhões.

 

Compartilhamentos