Compartilhamentos

Elcio Barbosa –

O empate por 1 a 1 contra o Independente nesta quarta, 16, no Zerão, garantiu ao Santos a classificação para as partidas finais do Amapazão 2015. Marcaram os gols do jogo: Balão Marabá para o “Verdão da Vila Maia” e Fabinho para o “Peixe da Amazônia”. O adversário do alvinegro sairá do confronto de hoje entre Ypiranga e Trem. A partida está marcada para as 20h30min no Zerão.

Pela segunda partida da semifinal do certame 2015, o Peixe garantiu classificação às finais do campeonato utilizando o regulamento. No primeiro tempo, sem sombra de dúvida, o Independente jogou melhor. O Santos buscou se proteger na defesa para contra atacar.

Jogo no primeiro tempo foi morno

Jogo no primeiro tempo foi morno

Mas a dinâmica do jogo apontou que, após sete ataques diretos do “Carcará” o Peixe contra atacou apenas quatro. Entre as faltas e paralisações para atendimentos médicos, aos 31 minutos do primeiro tempo Balão Marabá cobrou a falta com perfeição, e a bola entrou no ângulo superior direito do goleiro Rafael que nada pôde fazer. 1 a 0 para o Independente.

A partir desse momento, o duelo entre as equipes esfriou e da arquibancada foi preciso à torcida pedir mais garra aos atletas. O jogo valia classificação para as finais do campeonato.

Santos recuperou na tabela e chegou à final

Santos recuperou na tabela e chegou à final

Retornando para a segunda etapa, as equipes fizeram alterações. Pelo Santos entrou Jean Marabaixo no lugar de Acosta. No Independente, Diego Negão saiu para entrar Junior Belém.

O segundo tempo foi diferente da primeira etapa. Os times não conseguiram desenvolver um bom futebol em campo. Eram as faltas, as entradas dos maqueiros em campo, e por isso, o jogo ficou demorado e impaciente.

Publicou compareceu ao estádio, a maior parte de Santana

Publicou compareceu ao estádio, a maior parte de Santana. Fotos: Elcio Barbosa

Bem que a torcida do Independente foi em peso ao estádio para empurrar o time santanense rumo à vitória. Já o Santos começou atuar com o regulamento em baixo do braço. Aos 41 minutos, Fabinho entrou tabelando a bola com Maico Gaúcho que empatou o jogo para o “Peixe da Amazônia”.

Após o gol, o árbitro Cláudio Jorge expulsou Paulinho Cascavel que levou o cartão vermelho. Com um a menos em campo no finzinho da partida, o Independente foi eliminado na semifinal.

 “Agora, é trabalhar e focar para buscar o tricampeonato”, disse o meio campista do Peixe, André Cabeça.

O técnico Elton Vinhas que a partida foi a sequência da primeira partida. “No primeiro jogo fomos prejudicados pela arbitragem. Mas parabenizo a nossa equipe, ele foi guerreira até o último instante” avaliou o treinador do Independente.

Compartilhamentos