Compartilhamentos

Estudantes de psicologia realizam no domingo, 27, a primeira edição do projeto Psicologia nas Ruas. O foco é o combate ao suicídio, cujos números no Amapá têm assustado a sociedade. O projeto, que é em alusão ao Setembro Amarelo, vai acontecer no Parque do Forte, ao lado da Fortaleza de São José de Macapá.

A ideia é do professor e psicanalista Altiere Ponciano, de Belém. O objetivo do projeto é fazer psicologia fora de quatro paredes e fornecer às pessoas um tratamento mais leve e humano. O grupo que organiza o evento é formado por 12 alunos de diferentes instituições de ensino.

O evento vai acontecer ao lado da Fortaleza de São José

O evento vai acontecer ao lado da Fortaleza de São José

“Aqui em Macapá existem faculdades que oferecem consultas e tratamentos de forma gratuita. Os estudantes formados são voluntários e se disponibilizam a dar esse atendimento. Se durante a ação aparecerem pessoas que precisarem de um acompanhamento profissional, nós as encaminharemos a essas instituições”, disse a estudante Tamara Levy.

A cada 45 segundos acontece um suicídio em algum lugar do planeta. No Brasil, os casos de suicídio cresceram 5,7% no período de 2004 a 2010. Os homens lideram o ranking de mortes no país. De acordo com os dados do Sistema Único de Saúde (SUS), nos últimos anos o Brasil registrou uma média de cinco mortes para cada 100 mil habitantes. Quando considerados apenas os óbitos registrados no Estado do Amapá, a média sobe para 17,5 o que demonstra estar acima da média nacional, segundo os estudantes.

A programação tem início às 17 horas e terá uma palestra com o psicanalista Altiere Ponciano, apresentação do Grupo de Teatro do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), além da cantora Ingrid Sato.

 

Compartilhamentos