Compartilhamentos

Em três dias de fiscalização repressiva, o Departamento de Trânsito (Detran) já apreendeu 15 veículos sem licenciamento e com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) atrasado. O prazo para quitação terminou em agosto e desde o início deste mês os veículos com documentação irregular estão sendo recolhidos ao pátio do órgão. Segundo cálculos da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), este ano a arrecadação deve chegar a R$ 56 milhões.

A direção do Detran alerta, que veículos que não forem retirados pelos proprietários podem ir a leilão. Este ano, a liberação será autorizada após a quitação do licenciamento e do IPVA, além do pagamento de uma multa no valor de R$ 191.

Hoje a frota no Amapá é de 150 mil veículos

Hoje a frota no Amapá é de 150 mil veículos

“As barreiras estão sendo feitas em pontos estratégicos. Nesse primeiro momento serão apenas em pontos de grande fluxo da cidade, mas esperamos intensificar no decorrer das próximas semanas, principalmente em datas comemorativas”, destacou o diretor do Detran, Inácio Maciel.

Segundo o Detran, as barreiras acontecem nos períodos da tarde e da noite, com a coordenação das equipes do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) e do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE).

A frota do Estado do Amapá é de 150 mil veículos, entre carros e motos. Apenas veículos acima de dez anos de vida útil e de órgãos públicos estão isentos do pagamento do IPVA, além de deficientes físicos, deficientes visuais e intelectuais e autistas.

 

Compartilhamentos