Compartilhamentos

Assaltantes em fuga abriram fogo contra um taxista que eles haviam acabado de roubar, no Bairro Cidade Nova, na Zona Leste de Macapá. Antes disso, eles também tinham assaltado outra pessoa e decidiram executar uma sequência de roubos.

Uma mulher de 46 anos foi a primeira vítima da noite, por volta das 21 horas. Ela passava em frente a um mercantil quando foi abordada pelo bando, formado por dois menores de idade e um maior. Eles levaram celular, dinheiro e a bolsa dela com os documentos.

Na fuga, decidiram render um taxista roubando a renda do dia, cerca de R$ 200. Um dos bandidos do grupo estava armado com um revólver. Eles correram em direção a Rua Santa Cruz e quando perceberam que estavam seguidos pelo taxista atiraram quatro vezes contra o veículo. Dois tiros acertaram o para-choque. O taxista, que não foi ferido, desistiu da perseguição.

Policiais do 6º Batalhão, comandados pelo sargento Jorge Sá, foram informados por um morador onde os três estavam escondidos. Foram se refugiar na casa de um deles.

A equipe foi até a residência e encontrou os acusados que não reagiram, A arma utilizada no assalto não foi encontrada. Havia ainda outro suspeito na casa, um maior de idade com um terçado atravessado na cintura.

Foram presos: Raylan Baía de Oliveira, de 24 anos, e Diogo Rodrigo Carmo Oliveira, 18, e apreendidos dois menores de 15 e 17 anos. O de 17 anos (sem camisa na foto acima) é considerado um dos assaltantes mais perigosos de Macapá. “Temos vários vídeos de assaltos em que ele participa”, comentou o sargento Jorge Sá.

Compartilhamentos