Compartilhamentos

No próximo domingo, 27, se o céu estiver limpo, todos os amapaenses poderão apreciar a “Super Lua de Sangue” a olho nu. O astro parecerá avermelhado, e para muitos o evento marca uma nova era. O Clube de Astronomia Mirzan disponibilizará telescópios de graça para quem quiser acompanhar o fenômeno de forma mais detalhada. O fenômeno é raro, e segundo astrônomos, só acontecerá novamente por volta de 2033.

A Lua de Sangue é resultado do alinhamento entre o Sol, a Terra e a própria Lua. A cor de tom avermelhado que o satélite irá ganhar, se deve a esse alinhamento, uma vez que a luz solar atinge a Lua após atravessar a atmosfera terrestre. O eclipse de 27 de setembro também coincide com a data de uma Super Lua, fenômeno em que o satélite da terra aparece maior e mais brilhante no céu, por estar no ponto de sua órbita mais próximo da terra.

Entre os teólogos estudiosos do assunto, alguns entendem que o final da tétrade (sequencia de quatro eclipses) de “luas de sangue” pode marcar os sete anos da grande tribulação prevista no Apocalipse. Os adeptos dessa teoria associam a atual e crescente tensão entre Israel e os vizinhos muçulmanos às profecias bíblicas.

Independente de teorias, o fenômeno deverá durar 1 hora e 12 minutos. Os registros mais recentes incluem eventos semelhantes em 1928, 1946, 1964, 1982, sendo que o próximo está previsto para acontecer apenas em 2033.

A programação, que acontece na escola Alexandre Vaz Tavares, e começará a partir das 21h30min. Menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis. A boa notícia é que não será preciso madrugar para ver o fenômeno: a Lua começará a escurecer por volta das 22 horas, e ficará totalmente encoberta às 23h11min, voltando ao normal à 1h27min.

Compartilhamentos