Compartilhamentos

O Sambódromo ficou lotado nesta segunda-feira, 7, para o tradicional desfile da Independência. Segundo a Polícia Militar, cerca de 8 mil pessoas estavam nas arquibancadas. 10 instituições civis e militares passaram pela Avenida Ivaldo Veras. O grande destaque foram as manobras do Grupo de Interversão Rápida e Ostensiva da Polícia Militar (Giro), Corpo de Bombeiros, e o cachorro Costelinha, que foi agredido por um ex-lutador de MMA na semana passada.

“Este é um momento único para mostrar o civismo e o patriotismo dos jovens que participam de projetos e atividades sociais da PM e Corpo de Bombeiros, assim como, mostrar que o Brasil, mesmo com dimensões continentais, tem um povo com capacidade de mobilização e defesa social infinitas”, comentou o governador Waldez Góes.

Costelinha, em carro do Batalhão Ambiental, levantou o público no Sambódromo

Costelinha, em carro do Batalhão Ambiental, levantou o público no Sambódromo

O 7 de setembro marca a Independência do Brasil de Portugal, quando em 1822 ocorreu o chamado Grito do Ipiranga, às margens do riacho Ipiranga, atual cidade de São Paulo. O brado foi do príncipe regente do Brasil, D. Pedro de Alcântara de Bragança, conhecido como imperador Dom Pedro I.

Autoridades civis e militares prestigiando o evento no Sambódromo

Autoridades civis e militares prestigiando o evento no Sambódromo

No Sambódromo, o desfile começou às 8h30min, com a entrada do Exercito Brasileiro e da Legião Estrangeira, da Guiana Francesa, recebendo muitos aplausos do público. Em seguida veio a Marinha e a Polícia Militar. Mas, quem chamou atenção mesmo foram os policiais do Giro, que realizaram manobras com motocicletas e pirâmide humana, além do surf na moto e salva de tiros.

Policiais do Giro realizaram manobras que surpreenderam o público

Policiais do Giro realizaram manobras que surpreenderam o público

“Eu levei até um susto quando começaram atirar. Eles saltaram de uma moto para outra, reagruparam e mostraram organização em combate. Só assim entendemos o quanto é trabalhoso ser policial no dia a dia”, frisou o arquiteto João Carlos Sena.

O público também ficou de pé para aplaudir o cão Costelinha, que desfilou no carro do Batalhão Ambiental junto com seu tratador Vitor Hugo. O animal foi agredido quase até a morte na segunda-feira, 31, na Zona Sul de Macapá, por um ex-lutador de MMA porque estava cruzando com a cadela pertencente a ele.

Simulação de salvamento do Corpo de Bombeiros em plena avenida

Simulação de salvamento do Corpo de Bombeiros em plena avenida

O Corpo de Bombeiros Militar também não deixou a desejar, encantando o público com simulações de atividades de salvamento bem no meio da avenida. A corporação ainda homenageou o cantor Osmar Júnior ao tocar vários trechos de músicas do artista.

A Guarda Municipal representou Macapá no 7 de setembro

A Guarda Municipal representou Macapá no 7 de setembro

Mulheres militares desfilaram na Ivaldo Veras para o delírio do público

Mulheres militares desfilaram na Ivaldo Veras para o delírio do público

Entidades civis também fizeram suas homenagens ao 7 de setembro, como a Loja Macônica

Entidades civis também fizeram suas homenagens ao 7 de setembro, como a Loja Macônica

Fusca antigo, veículo que foi usada pela Polícia Militar do Amapá

Fusca antigo, veículo que foi usada pela Polícia Militar do Amapá

Projetos sociais da PM e Corpo de Bombeiros estiveram representados na avenida

Projetos sociais da PM e Corpo de Bombeiros estiveram representados na avenida

A Legião Estrangeira, que veio da Guiana Francesa, fez homenagens ao Brasil

A Legião Estrangeira, que veio da Guiana Francesa, fez homenagens ao Brasil

Um dos momentos mais esperados pelo público, a entrada do Bope

Um dos momentos mais esperados pelo público, a entrada do Bope

A Marinha foi outra atração do desfile em comemoração ao 7 de setembro

A Marinha foi outra atração do desfile em comemoração ao 7 de setembro

Exército Brasileiro, representado pelo 34º BIS, deu início ao desfile militar e foi muito aplaudido

Exército Brasileiro, representado pelo 34º BIS, deu início ao desfile militar e foi muito aplaudido

Compartilhamentos