Compartilhamentos

Jair Zemberg –

Dizem que amor de mãe não tem limite, mas, em alguns casos, pode-se dizer que também pode não ter bom senso. Uma agente do Centro Socioeducativo de Internação Masculina (Cesein) deu voz de prisão para a mãe de um interno. Neste domingo, 6, ela foi flagrada quando tentava entrar no complexo levando maconha para o filho.

A prisão ocorreu por volta das 16 horas. Rosilda de Oliveira Carvalho, de 48 anos, cumpria a rotina de todo o domingo quando visita o filho de 18 anos. Ele cumpre medida socioeducativa por assaltos.

Pote junto com iogurte: parecia tudo normal

Pote junto com iogurte: parecia tudo normal

Parecia que estava tudo certo. As sacolas de Rosilda tinham farinha, refrigerante, açaí, biscoitos, e iogurte. Uma agente desconfiou de um pote entre uma bandeja de iogurte. A suspeita foi confirmada. Dentro, a agente encontrou uma boa quantidade de maconha que ela confessou que iria entregar ao filho.

Rosilda Carvalho foi presa em flagrante, e encaminhada ao Ciosp do Pacoval, de onde seguiu para o Iapen. Depois da prisão ficou evidente que ela entrou outras vezes também levando drogas para o filho. Amor de mãe não tem mesmo limite.

Compartilhamentos