Compartilhamentos

O Conselho Tutelar de Macapá está finalizando os preparativos e capacitações para a eleição da entidade que ocorre no dia 4 de outubro. Ao todo, serão 86 candidatos disputando 10 vagas para conselheiros titulares e 10 para suplentes. A grande dificuldade no momento é a falta de mesários suficientes para o pleito.

Segundo informações da comissão eleitoral, são necessárias 600 pessoas para o funcionamento das 102 seções eleitorais que vão funcionar em 25 escolas de Macapá, sendo 18 na Zona Norte e sete na Zona Sul. Ainda de acordo com a comissão, dos 86 candidatos, 56 disputam as vagas da Zona Norte e 30 da Zona Sul.

“Temos o apoio do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que vai fornecer as urnas eletrônicas. Além disso,  técnicos do Tribunal farão a apuração dos votos. Mas, nesse momento nossa dificuldade é preencher todas as vagas necessárias para mesários”, frisou Nildo Costa, membro da comissão eleitoral.

Nildo Costa, da Comissão Eleitoral: o número de mesários ainda é insuficiente

Nildo Costa, da Comissão Eleitoral: o número de mesários ainda é insuficiente

Segundo ele, a logística eleitoral é organizada pela prefeitura de Macapá, sendo fiscalizada pela Vara da Infância e Juventude. A prefeitura já realizou várias chamadas para mesários, mas as vagas ainda não foram preenchidas. Caso a organização não alcance o número suficiente, as eleições podem ser adiadas.

“Vamos reunir ao longo da semana que vem para preparar os mesários e realizar novas chamadas. Mas, se o número não for atingido, a eleição não poderá ter a mesma logística e isso compromete a própria dinâmica de votação”, completou Nildo.

As pessoas que estiverem interessadas em ajudar como mesários podem se inscrever para o pleito no Conselho Tutelar da Zona Sul, localizado na Rua Hildermar Maia, nª 244, Bairro do Buritizal.

Compartilhamentos