Compartilhamentos

A polícia ainda não localizou o carro do oficial aposentado do Corpo de Bombeiros do Amapá que durante 20 minutos ficou em poder de bandidos durante um assalto no Centro Comercial da capital nesta quarta-feira, 16. O major, de 55 anos, foi rendido na saída do Banco do Brasil, a poucos metros da Delegacia de Crimes Contra a Mulher (DECCM).

O assalto ocorreu por volta das 14h30min. O major foi rendido quando chegava em seu carro, um Fox verde metálico. Ele foi obrigado a entrar no veículo.

“Mandaram que ele ficasse com o rosto no chão do carro e dirigiram em alta velocidade. Meu pai pensava até que o carro ia capotar. Depois de uns 20 minutos pararam, fizeram ele descer e andar sem olhar para trás”, relata o filho do major, que é sargento da PM.

Carro do major ainda não foi localizado

Carro do major ainda não foi localizado. Foto cedida pela família

O lugar onde o oficial foi deixado é deserto e conhecido como “Piçarreira”, no Infraero I. Quando descia do carro, o major ouviu um dos bandidos dizer que iria abandonar o veículo em outro lugar. Eles fugiram levando dinheiro e pertencentes da vítima que, apesar das ameaças, não sofreu agressões. Ele viu pelo menos um dos bandidos segurando um revólver.

O major foi levado até uma delegacia onde identificou parcialmente três suspeitos que agora estão sendo procurados.

Compartilhamentos