Compartilhamentos

Policiais do 8º Batalhão da Polícia Militar estão se mobilizando nas redes sociais por uma causa nobre, que é ajudar o companheiro de farda, sargento Raimundo Germano, de 50 anos. Ele precisa recuperar o que perdeu em um incêndio ocorrido em sua residência no sábado, 30.

O incêndio na casa do sargento, que fica no Bairro Congós, Zona Sul de Macapá, começou por volta das 19 horas. Uma das filhas do militar contou que a luz da lâmpada do quarto onde estava ficou muito forte. Logo em seguida, ela ouviu um barulho que vinha da central de ar condicionado do mesmo quarto. De repente, os fios da lâmpada começaram a pegar fogo.

O Corpo de Bombeiros fez a perícia no local. O sargento acredita que o fogo foi causado por uma queda de energia.

O fogo começou na central de ar condicionado depois de uma queda de energia. Fotos: sargento Germano

O fogo começou na central de ar condicionado depois de uma queda de energia. Fotos: sargento Germano

Quando o sargento chegou em casa, aproximadamente 30 minutos depois que seus familiares ligaram, as chamas já se alastravam pelo forro do quarto, chegando a outro quarto. Eles tentaram apagar o fogo, mas o esforço foi em vão. A essa altura o fogo já estava no corredor.

Gemano tirou logo o botijão de gás da cozinha, onde o fogo já estava chegando. Na ação, ele ficou ferido em uma das pernas. Quando o Corpo de Bombeiros chegou, já não dava para salvar muita coisa.

Além do 8º Batalhão, policiais de outros batalhões também estão engajados nessa missão. O sargento disse que precisa de imediato é de material de construção como areia, cimento, tijolo, ferro. Segundo ele, a estrutura metálica ficou toda comprometida. Algumas paredes terão que ser demolidas.

Em undos quartos da casa não sobrou nada

Em um dos quartos da casa não sobrou nada

Germano é pai de 6 filhos e agora está morando na casa da mãe dele. Até agora ele recebeu algumas roupas. O militar disponibilizou seu número de telefone para quem puder ajudar. “Foram 22 anos de trabalho queimando na minha frente e eu não pude fazer nada”, comentou Germano.  

O telefone do sargento é (96) 99187-5061.

 

Na cozinha poucas panelas ainda foram recolhidas pela família

Na cozinha poucas panelas ainda foram recolhidas pela família

 

Compartilhamentos