Compartilhamentos

A greve dos bancários pode estar perto do fim. Depois de 20 dias de paralisação, na última sexta-feira, 23, os bancos fizeram uma proposta de reajuste que se aproximou do que a categoria queria inicialmente. Nesta segunda-feira, 26, os profissionais no Amapá decidem se encerram o movimento ou se continuam de braços cruzados.

A proposta dos bancos é de 10% de reajuste nos salários e de 14% no tíquete alimentação. Os bancários queriam 16% de reajuste em ambos.

“Nós ainda não aceitamos essa proposta. Neste domingo haverá uma reunião do comando de greve com a Caixa Econômica e nesta segunda-feira, às 19 horas, estaremos realizando uma assembleia para decidir se aceitaremos a proposta”, informou neste domingo, 25, Edson Gomes, presidente do Sindicato dos Bancários do Amapá.

Segundo o sindicato, a adesão à greve foi de 70%

Segundo o sindicato, a adesão à greve foi de 70%

Em todo o estado são cerca de 850 bancários distribuídos em 42 agências. O salário inicial é de R$ 1.580, mas o salário médio varia de banco para banco dependendo do plano de cargos e salários de cada um. Em bancos oficiais como o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal o salário inicial é de R$ 2.080.

A assembleia dos bancários do Amapá está marcada para esta segunda-feira, às 19 horas, na sede da entidade, na Rua São José, esquina com a Avenida Mendonça Júnior.

Pela estimativa do sindicato, a greve no Amapá teve 70% de adesão da categoria. Se a assembleia decidir pelo fim da paralisação, os bancos só deverão abrir as portas normalmente na terça-feira.

Compartilhamentos