Compartilhamentos

A Polícia Civil de Macapá já tem um suspeito de ter matado a estudante Euciene França Barbosa, de 19 anos. O corpo dela foi encontrado no início da manhã desta quinta-feira, 22, em um beco numa área de baixada do Bairro do Pacoval, na periferia de Macapá. Os investigadores vão analisar as imagens do circuito de câmeras de uma casa vizinha ao local onde o corpo foi achado.

A estudante foi encontrada por volta das 5hs. Foto cedida pela família

A estudante foi encontrada por volta das 5hs. Foto cedida pela família

A estudante foi encontrada por moradores por volta das 5h já sem vida. Ela estava nua e com muitas marcas de agressões, inclusive o que parece ser uma queimadura no rosto. Euciene tinha terra na boca e na vagina. A suspeita é que ela tenha sido estuprada ou vítima de uma tentativa de estupro.

Emocionada, a mãe disse na delegacia que sempre pediu para a filha se tornar evangélica.

“Eu sempre pedia, mas ela não me ouvia. Ontem ela saiu de casa com uma amiga e só agora eu vi ela de novo”, disse Darci França Barbosa. A filha saiu de casa, também no Bairro do Pacoval, por volta das 21 horas, com uma amiga que já prestou depoimento ao delegado Alan Moutinho.

O delegado começou a analisar as imagens de câmeras de uma casa. As imagens mostram quando o corpo da estudante é deixado no local, por volta da 1h da manhã, mas não foi possível visualizar a fisionomia do criminoso que aparentemente agiu sozinho.

“Por enquanto a tese é de que seja apenas uma pessoa, por enquanto. Nós já temos uma identificação de um forte suspeito e estamos procurando essa pessoa”, comentou Moutinho.  

Compartilhamentos