Compartilhamentos

Jair Zemberg –

O assalto a um ônibus da empresa Sião Thur, na Zona Norte de Macapá no fim da noite deste domingo, 18, terminou de forma inusitada. O cobrador conseguiu pular do ônibus em movimento pela porta traseira quando o veículo, que tinha quatro criminosos a bordo, passava em frente ao quartel do 2º Batalhão da PM. Todos os bandidos foram presos.

O assalto começou por volta das 22 horas quando os quatro homens embarcaram em frente ao Bairro Amazonas, na BR-210.  Alguns minutos depois, discretamente, eles renderam o cobrador, e quando os passageiros perceberam o que acontecia entraram em pânico.

Foi quando os bandidos puxaram facas, terçados e o que parecia uma pistola – mais tarde ficou claro que se tratava de uma arma de brinquedo. Eles anunciaram o assalto e passaram a roubar também os passageiros.

Armas usadas no assalto. Pistola era de mentira. Fotos: Jair Zemberg

Armas usadas no assalto. Pistola era de mentira. Fotos: Jair Zemberg

Foi exatamente nesse momento que o ônibus passava em frente ao quartel da PM em baixa velocidade, no Bairro Jardim Felicidade. O cobrador criou coragem e pulou do ônibus, sem se machucar. Para a sorte dele, nesse momento saia do quartel um grupamento de policiais em motocicletas.

Ele relatou os fatos e os policiais saíram em direção ao ônibus, interceptando o veículo logo em seguida. Eles mandaram que o motorista parasse e subiram no coletivo. Os criminosos não reagiram.

Foram presos: Augusto Souza Silva, de 30 anos, Rafael Felipe Correa dos Santos, 20 anos, Wallekson Alves de Almeida, de 18 anos, e um menor de 17 anos. No Ciosp do Pacoval, Wallekson tentou enganar os policiais afirmando que era menor de idade.

Eles foram reconhecidos pelos passageiros do ônibus e por funcionários como os mesmos que já haviam assaltado o mesmo ônibus há cerca de 1 mês. Os maiores ficaram presos, e o menor foi levado para a Delegacia de Investigação de Atos Infracionais (Deiai).

Compartilhamentos