Compartilhamentos

Representantes de partidos com intenção de disputar as eleições no ano que vem, passaram os últimos dois dias recebendo todas as informações necessárias para o pleito. O objetivo atualizar a mini-reforma eleitoral, aprovada pelo Congresso e já sancionada pela presidente Dilma Roussef (PT).

“O objetivo é que se consiga um processo sem embaraços. A gente percebeu que nas eleições passadas, especialmente nas municipais, que existe um grau de desinformação muito grande entre os candidatos. O que é necessário para concorrer, prazo de filiação, além de outras informações, que causam embaraço no trâmite processual”, enfatizou Rinaldo Farias, coordenador da Escola Judiciária Eleitoral do Amapá (EJA).

Rinaldo Farias, do TRE: processo sem embaraços

Rinaldo Farias, do TRE: processo sem embaraços

O mesmo curso já passou pelos municípios de Santana, Mazagão e Amapá, e agora na Zona Norte de Macapá. No próximo dia 27 a caravana da Justiça estará em Laranjal do Jari, e no dia 17 de novembro em Oiapoque. Até o fim do ano o curso chegará na Zona Sul da capital.

A ideia é realizar os cursos em períodos próximos das eleições, e haverá uma segunda fase no ano que vem. 

“A capacitação é fundamental todos que desejam lançar seus nomes nas Eleições Municipais de 2016. Com este programa capacitaremos os candidatos para que eles procedam dentro da legislação. Este embasamento evitará que os concorrentes a cargos eletivos cometam erros, pois terão noção das leis eleitorais. Com isso pretendemos construir uma sociedade mais livre e democrática”, frisou o presidente do TRE/AP, desembargador Carlos Tork.

Compartilhamentos