Compartilhamentos

Cinco instituições financeiras, a maioria bancos, participarão da 51ª Expofeira do Amapá, e o mais importante: vão garantir linhas de crédito de até R$ 300 milhões para empresas e produtores. 

Até esta quinta-feira, 15, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco da Amazônia (Basa), Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) e Agência de Fomento do Amapá (Afap) tinham confirmado participação. Os financiamentos poderão ser utilizados para capital de giro, estruturação física ou reforma da empresa, expansão dos negócios e aquisição de equipamentos.

A Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá, órgão subordinado ao governo do Estado, coordena essa relação e diz que as empresas e produtores terão orientações que irão além de como acessar o crédito. 

“O acesso ao crédito está mais restrito. Por isso, é necessário conhecimento não só de como ter esse acesso, mas também de como aplicar. Então, estaremos com uma equipe técnica que dará este suporte aos empreendedores interessados em fomentar seus negócios”, explica o presidente da agência, Eliezir Viterbino.

As orientações serão dadas por técnicos da Agência de Desenvolvimento, da Afap, da Federação das Entidades de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Amapá (Femicro), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Sebrae. As salas de treinamento estarão localizadas no Pavilhão de Negócios, onde também estarão os estandes dos bancos. A Expofeira ocorrerá entre os dias 30 de outubro e 8 novembro.

Compartilhamentos