Compartilhamentos

Jair Zemberg –

Frentistas de um posto de gasolina assaltado no fim da noite desta quarta-feira, 30, na Rodovia KJ, foram colocados diante de um suspeito de ser assaltante, mas se viram diante de uma situação difícil. Como o criminoso usava capacete na hora do roubo, isso dificultou o reconhecimento. Contudo, uma das vítimas disse ter reconhecido o suspeito pelos olhos e voz.

O assalto ocorreu por volta das 22 horas. Dois homens chegaram de moto, e armados renderam os três frentistas que entregaram pouco mais de R$ 880. As vítimas disseram que depois eles fugiram em direção ao Bairro Universidade, e memorizaram a placa do veículo.

A moto foi encontrado ainda com o motor quente na casa do suspeito

A moto foi encontrado ainda com o motor quente na casa do suspeito

Uma equipe foi até o endereço que constava para a placa e encontraram o homem que seria o proprietário. Ele informou que tinha vendido o veículo para outra pessoa que mora no Bairro Universidade. Ele forneceu o nome e o endereço do comprador, e a equipe seguiu em direção ao local informado.

Ao chegar à residência, a equipe encontrou o comprador, que contou uma história que os policiais não acreditaram. A moto estava na casa dele, e ainda com o motor quente, mas o suspeito disse que tinha alugado o veículo para outra pessoa que havia acabado de lhe devolver.

No Ciosp do Pacoval, ele foi colocado diante dos frentistas, que não o reconheceram de imediato. Mas um deles afirmou que se tratava mesmo do suspeito. “Olhei nos olhos dele e reconheci pela voz”, garantiu.

O acusado foi autuado em flagrante. O outro comparsa, identificado por ele como Zacarias, não foi localizado.

 

Compartilhamentos