Compartilhamentos

O governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), vai anunciar nesta terça-feira, 5, a primeira reforma administrativa do atual mandato, com medidas que devem incluir mais cortes no custeio da máquina. Entre as mudanças, espera-se a extinção de secretarias e de outros órgãos públicos.

Além disso, haverá redução de contratos administrativos, de salários de cargos comissionados e do primeiro escalão, e ainda a jornada de trabalho em todas as secretarias.

O anúncio será feito durante entrevista coletiva no Palácio do Setentrião, confirmada para iniciar às 9 horas. A ideia é economizar R$ 160 milhões por ano com as mudanças que ainda não estão totalmente definidas. Uma reunião na noite desta segunda-feira, 5, entre o governador e o primeiro escalão ia definir os últimos ajustes a serem anunciados.  

Compartilhamentos