Compartilhamentos

O governador Waldez Góes (PDT), o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e o presidente da Câmara de Macapá, vereador Acácio Favacho (PMDB), divulgaram notas em que lamentam a morte do ex-prefeito de Laranjal do Jari, Zeca Madeireiro (PROS), ocorrida nesta terça-feira, 6, na Rodovia AP-130, município de Mazagão.

Randolfe se referiu ao político como “amigo”, Waldez considerou a morte uma “perda irreparável”, e Acácio disse que Madeireiro era uma reconhecida liderança no Vale do Jari.

“Eu estive com o Zeca no mês de agosto, durante uma visita a cidade de Laranjal do Jari. Lá fizemos algumas reuniões e traçamos muitos planos visando o desenvolvimento do município. É uma infelicidade o que ocorreu”, resumiu o senador, acrescentando que Madeireiro não teve tempo de ver julgado seu recurso na tentativa de voltar ao comando da prefeitura, processo que está tramitando no TSE.

Compartilhamentos