Compartilhamentos

Jair Zemberg –

Luis Carlos Teles da Cunha, de 50 anos, era muito conhecido no município de Santana, cidade a 17 quilômetros de Macapá. Luis Marreteiro, como era chamado, tentou fugir de assaltantes no fim da noite deste domingo, 25, e acabou sendo abatido com um tiro na nuca.

O crime ocorreu por volta das 23h30min. Luis morava em Santana, mas uma vez por semana ia de barco até o município de Altamira (PA) comprar queijo, frutas e outros alimentos que revendia no comércio santanense.

A polícia acredita que Luis tenha tentado acelerar quando viu os bandidos. Fotos: Jair Zemberg

A polícia acredita que Luis tenha tentado acelerar quando viu os bandidos. Fotos: Jair Zemberg

A atividade lhe permitia sustentar a família. Luis tinha um filho de 16 anos em Santana, e sustentava outras duas filhas que estudam em São Paulo. A polícia acredita que ele já vinha sendo monitorado pelos bandidos.

Ontem, no fim da noite, minutos depois de ter descido do barco que chegava de Altamira, o comerciante foi abordado por dois criminosos. A polícia calcula que ele tenha tentado acelerar quando viu os bandidos.

Luis sustentava um filho em Santana e duas filhas que estudam em SP

Luis sustentava um filho em Santana e duas filhas que estudam em SP

O lugar onde a vítima foi abordada é conhecida como Ramal da Souzamar e é extremamente muito escuro, além de ter muitos buracos que não permitem que qualquer tipo de veículo consiga acelerar.

Moradores ouviram o tiro, e um deles ouviu uma pessoa gritando “pega a mochila dele”. Em seguida, os bandidos fugiram em uma moto.

A PM esteve no local, mas ainda não tem pistas dos bandidos. O filho de 16 anos também foi até o ramal e viu o corpo do pai jogado no chão, ao lado de um engradado que ele trazia na garupa cheia de queijos.

Compartilhamentos