Compartilhamentos

Fechado há cerca de 7 anos para uma reforma que nunca começou, o Estádio Vilelão, em Santana, virou uma dor de cabeça para a segurança pública e moradores da tradicional Vila Maia. O lugar virou moradia de usuários de drogas e, mais recentemente, palco de assassinatos. Na manhã deste sábado, 31, moradores encontraram mais um corpo, o segundo deste ano.

Marlon foi encontrado neste sábado, 31, com uma perfuração no pescoço

Marlon foi encontrado neste sábado, 31, com uma perfuração no pescoço

A vítima foi identificada como Marlon Serrão, de aproximadamente 30 anos. Segundo moradores, ele seria usuário de drogas e viciado em álcool, assim como todos os frequentadores/moradores do local. No bolso traseiro da bermuda dele havia uma garrafinha de cachaça.

Marlon tinha uma perfuração no pescoço provavelmente produzida por faca. Policiais do 4º Batalhão da PM, que atenderam a ocorrência, acreditam que a vítima foi esfaqueada depois de uma briga com outro usuário.

Primeiro corpo encontrado em abril

Primeiro corpo encontrado em abril: moradia e brigas. Foto: Arquivo SelesNafes.Com

Foi exatamente isso que ocorreu no dia 21 de abril deste ano, quando Jonas Fortunato de Souza, de 35 anos. Ele foi encontrado na cabine de locução que virou uma espécie de dormitório com colchões e utensílios domésticos, como pratos e talheres.

O Vilelão pertence à Prefeitura de Santana.

Compartilhamentos