Compartilhamentos

O amapaense John Kennedy Santos Gurjão, de 24 anos, morto em um ataque de convulsões dentro de um avião que fazia um voo na Europa, teria sido vítima de uma suposta overdose de cocaína, é o que diz a imprensa irlandesa. A autópsia revelou que a droga estava em seu estômago.

De acordo com as agências de notícias internacionais, o jovem natural de Calçoene, no Norte do Amapá, tinha 800 gramas de cocaína distribuídas em 80 cápsulas no estômago. Uma delas teria estourado.

Kennedy estava em um avião junto com outros 167 passageiros no último domingo, 18, quando passou mal na travessia entre Lisboa (Portugal) e Dublin (Irlanda).

Ele estava agressivo e passageiros tentaram acalmá-lo. Um deles foi mordido pelo rapaz que acabou morrendo em pleno voo.

O piloto foi forçado a fazer um pouso de emergência em Cork, no Sul da Irlanda.

Após a autópsia, o corpo deverá ser sepultado na Irlanda, já que a família no Amapá alega não ter condições financeiras para fazer o translado.

Os parentes no Amapá não quiseram dar entrevista, mas informaram desconhecer a causa da morte.

Compartilhamentos