Compartilhamentos

O Restaurante Universitário da Unifap teve suas atividades interrompidas em maio deste ano, no início da greve de técnicos e professores da instituição. A última empresa que administrava o serviço teve o contrato cancelado e uma nova licitação foi aberta. Ou seja, mesmo com o reinício das aulas na semana passada, os estudantes voltarão a se alimentar no local só em dezembro.

O RU é muito utilizado pelos acadêmicos em trânsito do trabalho para a Universidade e vice versa. Com o fim da greve e a retomadas das aulas os estudantes tiveram uma surpresa: o restaurante estava fechado.

O pró-reitor Rafael Pontes disse que o contrato com a última empresa que prestava o serviço foi finalizado durante a greve por que era emergencial. Agora, um novo processo licitatório foi aberto e outra empresa será selecionada.

“Como o primeiro semestre acaba em 19 de novembro, o restaurante só volta a funcionar no início do segundo semestre que é em 9 de dezembro”, anunciou o pró-reitor.

A estudante Jéssica Mont´Alverne, do primeiro semestre do curso de Jornalismo, diz que costuma usar com frequência o RU. “Às vezes a gente não tem condições de pagar um prato de R$ 10 ou R$ 15, e o RU vem como uma alternativa pra gente economizar. Então, ficar sem o restaurante na Unifap é muito complicado, principalmente para quem precisa ficar aqui o dia inteiro”.

O restaurante foi inaugurado no dia 9 de setembro de 2011 e serve cerca de 1,5 mil refeições diariamente para o corpo de técnicos, docentes, estudantes e visitantes. A refeição para os alunos custa R$ 1,90 e para os visitantes R$ 6,50.

 

Compartilhamentos