Compartilhamentos

DA REDAÇÃO – 

O palco do Teatro das Bacabeiras vai receber neste sábado, 21, e no domingo, 22, um espetáculo de dança que pretende fazer as pessoas pensarem sobre o suicídio. “A Porta Falsa”, idealizado pela professora e coreógrafa Myrla Barreto, foi inspirado na obra espírita da médium Yvone A. Pereira “Memórias de um Suicida”.

Os dançarinos encenam as consequências devastadoras, tanto para aqueles que cometeram suicídio quanto para os que ficaram. O espetáculo relata a vida do escritor português Camilo Castelo Branco, antes e depois da morte física. Ele decidiu fugir da vida após um diagnóstico de inevitável cegueira. Atirou contra a própria cabeça, mais precisamente no ouvido direito e, assim, entrou no mundo espiritual cego e ferido.

O espetáculo é baseado no livro Memórias de um suicida. Fotos: Divulgação

O espetáculo é baseado no livro Memórias de um Suicida. Fotos: Divulgação

Ao despertar no mundo espiritual sentia todos os dramas de seu ato. Sentia dores, frio, fome, remorso, saudades e grande decepção. Camilo e alguns suicidas sofreram muitas perseguições pelos habitantes do vale dos suicidas. Através de muitos sofrimentos, finalmente reconhecem seus erros e humildemente pedem perdão a Deus, que envia Maria de Nazaré e seus servos para retirarem os filhos rebeldes para a colônia correcional, a fim de serem socorridos e finalmente reabilitados para uma nova experiência corporal.

Espetáculo, que começa às 20h, nos dois dias, é recomendado para maiores de 16 anos. Toda a renda obtida com os ingressos será destinada às obras assistenciais do Centro Espírita Irmã Cáritas, localizado na Avenida José Tupinambá, nº 391, Bairro Laguinho.

Foto: divulgação

Compartilhamentos