Compartilhamentos

EDSON CARDOZO – 

A Terceira Câmara de Julgamento da Comissão Especial dos Ex-Territórios Federais de Rondônia, Amapá e Roraima já julgou 970 processos de servidores do Amapá que manifestaram intenção de passar para os quadros da União. Desse total, 375 são da Prefeitura de Macapá e foram considerados aptos. De acordo com a Secretaria Municipal de Administração (Semad), isso representa um alívio R$ 1,4 milhão na folha de pagamento do município.

Na semana passada o titular da Semad, Carlos Michel Miranda, esteve em Brasília participando de uma reunião no Ministério do Planejamento, para cobrar a publicação no Diário Oficial da União dos nomes daqueles servidores que já estão de posse do Aviso de Recebimento (AR).

Secretário de Administração da PMM, Carlos Michel Miranda: arrecadação insuficiente

Secretário de Administração da PMM, Carlos Michel Miranda: economia de R$ 1,4 milhão

“Recebemos a informação de que essa publicação deve acontecer nos próximos dias. Está faltando apenas o ministro da Advocacia-Geral da União, Luís Adms, definir o sistema previdenciário que esses servidores serão enquadrados”, informou o secretário.

Outro ponto discutido foi em relação aos servidores que não foram encontrados pelos Correios. A Secretaria de Administração e o Sindicato dos Servidores Municipais, ficarão responsáveis por entregar esses AR’s por meio do banco de dados que a Semad possui. No dia 8 de dezembro haverá outra reunião em Brasília para a prestação de contas de tudo que foi feito nesse período.

“Avançamos muito com essa reunião, e no próximo dia 8 voltaremos para sanar algumas dúvidas que possam existir e pegar possíveis AR’s de servidores que não foram localizados”, enfatizou Carlos Michel.

Compartilhamentos