Compartilhamentos

JAIR ZEMBERG –

A Polícia Militar prendeu uma mulher grávida de aproximadamente 8 meses acusada de usar a condição para ter a confiança de vendedores de lojas e assim cometer furtos na companhia do marido, que também foi preso. A loja alvo dos suspeitos funciona no Centro Comercial de Macapá.

Gestante foi presa e poderá dar à luz como detenta. Fotos: Jair Zemberg

Gestante foi presa e poderá dar à luz como detenta. Fotos: Jair Zemberg

Geusa dos Santos Pantoja, de 43 anos, foi flagrada com uma bolsa cheia de calças e outras roupas ainda na loja. Francivaldo Santos de Moura, de 33 anos, também estaria ajudando a esconder as mercadorias.

Apesar da condição de gestante, os funcionários perceberam a atitude dela e resolveram chamar a Polícia Militar. A ocorrência foi atendida por uma equipe do 6º BPM.

Geusa será ouvida por um juiz em audiência de custódia, e pode ser que tenha que dar à luz no Iapen, caso o magistrado não permita que ela responde ao processo em liberdade.

Compartilhamentos